Plantamed

Busca no Plantamed, com o Google. A fumaça que mata


Quarenta milhões de brasileiros estão colocando em risco suas próprias vidas: são fumantes. Deste total 81% querem deixar o vício mas somente 3% conseguem, de fato, abandonar o cigarro.

O tabagismo é considerada uma doença e classificada no Código Internacional de Doenças, o famoso CID, com F 17.
Mesmo com uma das mais rigorosas legislações para o controle do tabagismo (só perde para o Canadá), o Brasil ainda está à mercê das campanhas publicitárias da indústria tabageira que hoje têm, como alvo, os adolescentes a partir dos 13 anos.

Maior produtor mundial de tabaco, o Brasil deve exportar, até o final do ano, 600 mil toneladas do produto além de recolher US$ 5,5 bilhões em impostos.
A exportação de tabaco representa 2,5% dos negócios externos do Brasil.

Deixar de fumar é um desafio que poucos conseguem e a participação da família é fundamental no processo.
Conheça alguns números ligados ao tabagismo. São alarmantes e acendem as luzes de alerta.
- 7 segundos é o tempo gasto pela nicotina para chegar - via pulmão e corrente sanguínea - até o cérebro do fumante.
- 30% da população adulta do Brasil fumam, segundo a Associação Brasileira das Indústrias do Fumo (Abifumo).
- Quem fuma mais de 20 cigarros por dia vive, em média, 22 anos a menos que uma pessoa que não fuma. No Brasil, onde a expectativa de vida é de 68 anos, em média, o tempo de vida desse fumante é de 46 anos.
- O consumo de cigarro diminui em torno de 1,5% ao ano nos países ricos. Nos países em desenvolvimento, caso do Brasil, a quantidade de fumantes cresce quase que na mesma proporção.
- O Fumo é responsável por:
 90% dos casos de câncer de pulmão
 80% dos casos de enfisema pulmonar
 40% dos casos de bronquite crônica e derrame cerebral
 25% dos casos de infarto do miocárdio
- A Organização Mundial da Saúde estima que até 2025 o cigarro matará 500 milhões de pessoas em todo o mundo. Desse total, 200 milhões serão crianças e adolescentes que começaram a fumar nesta década.
- 8 a 10 pessoas morrem por hora no Brasil, em decorrência de doenças associadas ao cigarro.
- Entre as crianças de primeiro e segundo graus, 15% a 18% já são fumantes.
Fontes: INCA e OMS.

Texto extraído, na íntegra, do site www.sabinonline.com.br, conforme autorizado pela Gerência de Marketing, por e-mail, em 17/01/2006.