Plantamed
Última Revisão: 05/01/2014 09:24:50
PÁGINA INICIAL * Plantas por Nomes: POPULARES / CIENTÍFICOS.
Fotos por Nomes: POPULARES / CIENTÍFICOS * GÊNEROS * GLOSSÁRIO * DIVERSOS * PRODUTOS FITOTERÁPICOS

Gérmen de Soja Phytomare


Composição: Gérmen de Soja - 90 Cápsulas de 500 mg.
Categoria: Alimento.
Registro no MS: 6.2358.0041.
Sugestão de uso: 2 cápsulas, 2 vezes ao dia, antes do almoço e do jantar.

Gérmen de Soja Phytomare - Um Suplemento Alimentar.


Fito-hormônios são substâncias vegetais com ação similar a dos hormônios, definidos como esteróides que ocorrem naturalmente em plantas e podem exercer efeitos similares aos estrogênios humanos. Os principais fito-estrogênios são as isoflavonas e lignanas. As ISOFLAVONAS genistina, daidzeína, daidzina, genisteína e glicitina são fenóis heterocíclios presentes naturalmente no gérmen de soja, estruturalmente similares ao estrogênio e seu uso está sendo recomendado como substituto na reposição hormonal, particularmente a genisteína e daidzeína conferem efeitos benéficos para o organismo, auxiliando na redução dos níveis de colesterol rum (LDL) e triglicérides, diminuindo com isto o risco de doenças cardiovasculares. Também ajudam na prevenção da osteoporose, sendo que o consumo prolongado de soja com elevado conteúdo de isoflavonas, pode aumentar o conteúdo de minerais nos ossos. Outro papel importante deste composto é na prevenção e controle dos sintomas da menopausa como suores noturnos e ondas de calor.

Estudos mostraram que os efeitos associados à atividade estrogênica das isoflavonas são muito inferiores ao do estradiol. Elas podem ao mesmo tempo exercer um efeito agonístico e antagonístico sobre os estrogênios. Na presença de estrogênio as isoflavonas funcionam como antiestrogênicos, competindo com eles pêlos sítios de ligação nos receptores de estrogênios presentes nas células, evitando desta forma que este hormônio exerça efeitos negativos como aumentar o risco de câncer de mama nas mulheres.

Na ausência de estrogênio, isto é, na menopausa, assas substâncias apresentam efeito estrogênico substituindo os endógenos que se apresentam em baixo nível, minimizando os sintomas indesejáveis da menopausa e reduzindo o risco de doenças cardiovasculares e osteoporose, ocasionados pela carência do estrogênio humano.

As isoflavonas são ainda, antioxidantes e inibidoras do crescimento de uma gama de células cancerígenas, incluindo aquelas que não são hormônios dependentes, devido a sua capacidade de inibirem a atividade de enzimas como a tiroxina proteína quinase, a ribossoma S6 quinase e a DNAtropoisomerase, as quais controlam a regulação celular.


Segundo o www.plantamed.com.br:

Rico em compostos antioxidantes.

Saiba mais sobre a soja:

Nome científico: Glycine max (L.) Merr.

Família: Fabaceae.

Sinônimos botânicos: Dolichos soja L., Glycine gracilis Skvortsov, Glycine hispida (Moench) Maxim., Glycine soja Siebold & Zucc., Phaseolus max L., Soja hispida Moench, Soja max (L.) Piper.

Outros nomes populares: fava-da-manchúria, feijão-chinês, feijão-da-china, feijão-soja; soja e soyabean (ingles), sojabohne (espanhol), poroto e soja (francês), soia e soybean (italiano).

Constituintes químicos: ácido araquidônico, ácido aspártico, ácido esteárico, ácido glutâmico, ácido hidrociânico, ácido linoléico, ácido linolênico, ácido oléico, ácido oxálico, ácido palmítico, ácido pantotênico, ácidos graxos insaturados, afromosina, aglobulina, alanina, alantoína, arginina, astragalina, betaína, bornesitol, catequina, cistina, colina, daidzeina, enzimas, ergosterol, estigmasterol, fenilalanina, fibras, genisteina (fitoestrogênio), glicina, glicinina, guanidina, histidina, isoleucina, isovaleraldeído, kaempferol, lecitina, leucina, luteína, maltose, metionina, prolina, proteínas, pró-vitamina D, quercetina, rutina, sais minerais (ferro, cálcio), saponina, soisaponinas, sojagol, tirosina, treonina, trigonelina, triptofano, valina; vitaminas B1, B2, B12, C, E; xilose.

Propriedades medicinais: adstringente, antigripal, antiofídica, anti-reumática, calmante, dissolvente, emoliente, estomáquica, fungicida, mulsificante, hipocolesterolêmica, (reduz o colesterol ruim, o LDL, sem alterar o bom, o HDL), laxante, nutritiva, remineralizante, sudorífera, tônica, vasodepressora.

Indicações: afecção (bexiga, coração, intestinos, vesícula biliar), arteriosclerose; câncer de mama e colo de útero; cegueira, córnea, debilidade, disúria, doença de pele, dor de cabeça, dor reumática, edema, estômago, febre, fungo, gripe, hipercolesteremia (reduz o colesterol ruim, o LDL, sem alterar a taxa de bom colesterol, o HDL), insônia, osteoporose, reumatismo, melhorar os sintomas da menopausa.

Parte utilizada: brotos, caule, flores, folhas, raízes, sementes.

Contra-indicações/cuidados: não usar na gravidez e consulte o médico se estiver fazendo reposição hormonal, para avaliar possíveis interações. Não deve ser consumida por pessoas alérgicas à soja.

Nota: as sementes maduras cruas são tóxicas, por isso devem ser consumidas sempre cozidas.

Efeitos colaterais: a alergia à soja é mais comum em crianças e jovens, podendo levar a cólicas e presença de sangue nas fezes.

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES E EM CASO DE QUALQUER DÚVIDA CONSULTE O SEU MÉDICO OU FARMACÊUTICO. PERSISTINDO OS SINTOMAS, CONSULTE O SEU MÉDICO.

Gérmen de Soja Phytomare - Um Suplemento Alimentar.


Gérmen de Soja Phytomare - Um Suplemento Alimentar.

By Zulmiro Fonseca Google +